onde se conta a agradável história do moço das mulas…

Image result for dom quixote pinturas famosas
Ó minha doce esp’rança,
que, afrontando impossíveis na verdade,
prossegues sem mudança
na senda que traçou tua vontade,
conserva ânimo forte,
inda que surja a cada passo a morte.
Não ganham preguiçosos
triunfo honrado, ou singular vitória,
nem podem ser ditosos
os que, mostrando uma fraqueza inglória,
entregam desvalidos
ao ócio vil os lânguidos sentidos.
Que amor suas glórias venda
caro, é razão, e é justo o que contrata;
nem há tão rica prenda
como a que pelo gosto se aquilata.
E é caso natural
custar só pouco o que só pouco val.
Coisas quase impossíveis sempre alcança
quem emprega porfias amorosas.
Com firme confiança
sigo eu do amor as mais dificultosas.
E nem sequer me aterra
ter de ganhar o céu, estando na terra.

– Miguel de Cervantes, 1591

* este poema está no Capítulo XLIII,

Dom Quixote

Imagem: Moinhos da Paz, Salvador Dalí

Anúncios

Morte e Vida Severina

“Morte e Vida Severina em Desenho Animado é uma versão audiovisual da obra prima de João Cabral de Melo Neto, adaptada para os quadrinhos pelo cartuinista Miguel Falcão. Preservando o texto original, a animação 3D dá vida e movimento aos personagens deste auto de natal pernambucano, publicado originalmente em 1956.

Em preto e branco, fiel à aspereza do texto e aos traços dos quadrinhos, a animação narra a dura caminhada de Severino, um retirante nordestino, que migra do sertão para o litoral pernambucano em busca de uma vida melhor.”

 

A animação está disponível no canal do youtube TV Escola

 

Lauren Potter

Resultado de imagem para lauren potter

“No dia em que nasceu, Lauren foi diagnosticada com síndrome de down. Por conta dessa condição, ela não conseguiu andar até ter dois anos de idade, mas, pouco depois de dar os primeiros passos, logo ingressou em aulas de dança e atuação. Ela adorava atuar, e a mãe a encorajou a seguir sua paixão desde cedo.

Na escola, no entanto, os colegas de classe não ofereciam o mesmo apoio. Valentões tiravam sarro dela. E até a obrigaram a comer areia! “Era difícil”, lembra- se Lauren. “Eles me machucavam”.

Conforme o tempo foi passando, sua paixão por música e dança ficava cada vez mais forte. Ela fez um teste para cheerleader na escola, mas não conseguiu a vaga na equipe. Um ano depois, porém, uma oportunidade bem maior apareceu: a chance de representar uma cheerleader no seriado Glee.

Das treze garotas testadas para o papel, Lauren foi a escolhida pelos produtores! A personagem, Becky Jackson, ficou tão popular que os alunos do seu antigo ensino médio espalharam pôsteres dela nas paredes da escola. “Fico feliz porque agora me veem como eu sempre me vi”, disse Lauren.

Ela gostava de ser atriz, mas também queria ajudar outras pessoas com deficiências. Lauren queria que tivessem a mesma oportunidade que ela: a de seguir suas paixões. Ela foi nomeada por Barack Obama para o comitê Presidencial Americano para pessoas com Deficiências Intelectuais, e estrelou comerciais contra o bullying.

Atualmente, viaja pelo seu país dando palestras, e diz “É incrível ser um exemplo para pessoas com e sem deficiências”.”

“Se você tem uma deficiência, continue dando duro. O que for necessários, faça!

Resultado de imagem para historias de ninar para garotas rebeldes 2

“- Lauren Potter

*Essa foi uma história do livro “Histórias de Ninar Para Garotas Rebeldes 2”, da editora V&R

Acrobata da dor

Image result for palhaço triste

Gargalha, ri, num riso de tormenta,
como um palhaço, que desengonçado,
nervoso, ri, num riso absurdo, inflado
de uma ironia e de uma dor violenta.

Da gargalhada atroz, sanguinolenta,
agita os guizos, e convulsionado
salta, gavroche, salta clown, varado
pelo estertor dessa agonia lenta …

Pedem-se bis e um bis não se despreza!
Vamos! retesa os músculos, retesa
nessas macabras piruetas d’aço. . .

E embora caias sobre o chão, fremente,
afogado em teu sangue estuoso e quente,
ri! Coração, tristíssimo palhaço.

 

– Cruz e Souza (1861-1898)

* a fotografia que ilustra esse post foi colhida da internet e tem autoria desconhecida; informe se souber.

A árvore de dinheiro

Resultado de imagem para arvore de dinheiro

Um dia de manhã, vendo-se apertado com a falta de dinheiro, Malasartes arranjou com uma velha um bocado de cera e algumas moedas de vintém, e caminhou por uma estrada afora. Chegando ao pé de uma árvore, parou e pôs-se a pregar os vinténs à folhagem com a cera que levava. Não demorou muito, apareceu na estrada um boiadeiro. E como o Sol, já então levantando, fosse derretendo a cera e fazendo cair as moedas, Malasartes apanhava-as avidamente. O boiadeiro, curioso, perguntou-lhe o que fazia, e o espertalhão explicou que as frutas daquela árvore eram moedas legítimas, e ele as estava colhendo. O homem mostrou desejo de dispor da árvore encantada e, engabelado por Malasartes, acabou trocando-a pelos boizinhos.

Depois, Malasartes pôs-se ao fresco levando os bichos, e o boiadeiro ficou a arrecadar os vinténs que trombavam. Mas os vinténs acabaram-se logo, e o triste compreendeu que havia sido enganado.

 

*Este é um conto do livro “Literatura oral para a infância e a juventude”, de Henrique Lisboa, Editora Peirópolis.