histórias tremebundas

Quem tem medo de mula-sem-cabeça?  Quem tem medo de lobisomem?

Em noite de lua cheia, no sertão ou na cidade, não há quem não se lembre da lenda do lobisomem.

As histórias de medo batem dentro da gente, fantasmas arrastam correntes e o bicho surge de repente!

É que o homem e a mulher só tem uma certeza absoluta: a vida passa depressa e a morte é resoluta.

O medo tá dentro da gente como um inimigo que espreita; a gente corre pra esquerda, ele assusta na direita.

Não adianta chorar pelo leite derramado ou ficar pelos cantos com cara de assustado.

Melhor encarar o medo com tudo que se pode armar: peneira, cruz, cebola e alho, até oração pode ajudar.

É bom deixar aqui um conselho, até para quem não gosta de mim, conhecer seu próprio medo não é coisa ruim…

Quando a gente conhece o medo que tem, uma luz se acende e nos faz bem; e aquele monstro cabeludo que causava tanto terror, se transforma num boneco que tem por cima o cobertor.

Por isso, meus amiguinhos, deixo aqui uma poção com simpatia profunda: aprendam sobre seus medos nas histórias tremebundas.

O livro da dupla Lollo e Blandina leva selo da editora Cereja! Depois de ler As histórias tremebundas, seu medo vai embora, com certeza!

 

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s