O Japão No Femininino – I – Tanka, Século IX a XI

Este livro traz-nos duas escritoras de um período áureo para a poesia japonesa, numa belíssima viagem por este país e os seus costumes. A capa, só por si, é um hino. Mais uma excelente compilação organizada pela Assírio & Alvim e por Luísa Freire.

“As duas autoras presentes neste volume viveram no período mais florescente da história literária e artística do Japão – a era Heian – que durou cerca de 400 anos (794-1185). Ambas são figuras centrais dessa Idade de Ouro, durante a qual as mulheres escritoras tiveram um papel decisivo na fixação do japonês como língua poética e também na divulgação de uma forma principalmente feminina – o tanka – que mais tarde foi dando lugar ao haiku, inicialmente masculino e (talvez por isso) mais cedo conhecido e divulgado no Ocidente. Ono no Komachi (834?-?) e Izumi Shikibu (974?-1034?) foram as grandes representantes na poesia japonesa de todos os tempos que, ao longo dos séculos, se foram tornando uma lenda e uma referência.”

3
O meu desejo de ti
é forte para contê-lo –
assim ninguém vai culpar-me
se à noite for ter contigo
pela estrada dos meus sonhos.

12
Este amor será
real ou um sonho apenas?
Como hei-de sabê-lo,
se a realidade e o sonho
existem sem existir?

16
Terá o amor
de acabar em escuridão,
sem que vislumbremos
esse rasgão entre as nuvens
onde o luar enche o céu?

  • A nossa ponte com o Clube de Leitores, blog de Portugal. Uma conexão é giro! E hoje a leitura foi do Rodrigo Ferrão
Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s