o menino Comprido

Não fosse um ‘detalhe’, o menino Comprido teria passado pela vida sem que ninguém se importasse. Sua cabeça pequena em corpo franzino não era diferente das tantas cabeças pequenas de garotos mirrados que vemos espalhados pelas cidades, pelos campos, pelas aldeias… Comprido poderia ser um qualquer outro de pés descalços, sua mãe, afinal, era uma qualquer outra de pés descalços, também.

Mas Comprido tinha as pernas mais compridas que já se viu na vida – se é que alguém viu. Nascido em Xenopeba, cidade no meio do nada com a conta de 30 habitantes, contando em dobro o menino pernudo, Comprido era um transtorno divertido com aqueles caniços medidos a muitos metros.

As crianças da cidade de Xenopeba podiam escorregar nas pernas do Comprido.

Em festa de São João, as pernas do Comprido eram os melhores paus de sebo que a natureza já criou.

Comprido arrumava as antenas de tevê, tirava gatos presos em árvores, e bola perdida em cima do telhado era moleza pra ele.

É claro que a vida de Comprido não era fácil. Seu banho tinha de ser no rio, fizesse calor ou frio. Dormir em cama era coisa fora de cogitação. O menino Comprido dormia no chão, sem coberta nem nada. Comprido era um estirão num mundo anão. Solitário no seu viver, num mundo sem lugar pra gente diferente.

Um dia, Comprido morreu. Sua mãe chorou a morte do filho. A cidade toda achou triste, mas se ocupou de um problema que parecia maior do que a morte do menino: quem conseguiria enterrar um moleque tão comprido?

De cabo a rabo, não cabia tanto menino no mundo…

A história do Comprido quem conta e ilustra é Kelly Alonso Braga, santista residente em Sampa. Kelly tem formação como atriz, mas também é artista plástica e roteirista premiada com o filme O Banheiro do KM 45, prêmio Diretor Estreante do MINC 2010.

Quem teve a ideia para o livro do Comprido foi a irmã de Kelly. A ideia era um menino muito longo que morria de repente e se tornava um problema enterrá-lo na cidadezinha minúscula onde ele havia vivido. A irmã pediu que Kelly continuasse a história e fizesse um livro. Um dia Kelly acordou com um sonho comprido e contou para nós toda essa história…

_MG_5423

O livro COMPRIDO, de Kelly Alonso Braga, é encontrado com selo da editora Motirô, de São Paulo.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s