#croninquietas, por Penélope Martins

Minha filha casou o Teddy com a Nina. Foi uma história de amor conturbada porque a Nina é uma porquinha mãe solteira e o Teddy, vocês sabem, um urso convicto sobre sua natureza em solidão. Mas minha filha persistiu noites a fio dormindo ora com Teddy, ora com Nina… Até juntar os dois debaixo do edredon e smack!!! Rolou o primeiro cafuné.

Você acha esquisito uma porquinha apaixonada por um urso e vice-versa? Você tá atrasado mesmo… No amor, a única esquisitice é não deixar viver o amor.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s