cãozinho

Eu tenho um cão

muito pequenino

que me cabe na mão

e não é ladino…

Só se põe a correr

se o seu menino

lhe mexer…

 

Não come carne nem peixe

mesmo que o deixe…

Nem trinca chocolates e bolos

como os cães tolos…

Nem como sopinha

por mais lha dê…

E não bebe leite

antes que se deite

na sua caminha…

E que coma açorda

ninguém se recorda…

Nem papa farinha…

 

E sabem porquê?

Ninguém adivinha?

 

– é que o patetinha

é um cão de corda.

 

– Sidónio Muralha –

* poema extraído da obra Bichos, bichinhos e bicharocos, capa e ilustrações de Júlio Pomar, com poemas musicados por Francine Benoit, com prefácio de João Lobo Antunes, Lisboa: Althum Editores/Centauro, 2012.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s