É possível contar a história de um picturebook?

Contar histórias a partir de um picturebook é um desafio extremamente arriscado.

Difícil imaginar um contador interpretando a história de um livro caracterizado pelas imagens sem mostrá-las ou mesmo um livro com linguagem poética. Como eliminar o que define o livro, sejam as imagens ou a linguagem e traduzí-las ao gosto do contador.

Acredito no respeito à obra do escritor e do ilustrador, acho sim, que um livro de imagens deva ser utilizado na contação de histórias e que um livro em prosa poética deva ser lido, na íntegra.

Porque subestimar as crianças e achar que elas só irão apreciar o espetáculo através de estripolias no palco? Porque não colocar todos em roda e ensiná-los a apreciar o objeto livro?

A Cia. Trucks de bonecos contou de uma forma muito respeitosa a história “Marcelino Pedregulho” do Sempé, editado no Brasil pela COSACNAIFY.  Coloco aqui o vídeo somente como um exemplo de como nós, contadores, podemos utilizar a nossa criatividade não desmerecendo a obra.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s