A bicharada quer ler e cantar

Pergunta a mãe:

– Com que bicho você se parece?

Responde a filha:

– Sou rápido e veloz como um leopardo.

Nosso dia tem muito mais bicho para ser. De manhã, a maioria é bicho preguiça. Toca o despertador e não há quem salte para fora da toca do coelho sem brigar por uns minutinhos extras na caminha. Nem o galo pula do puleiro antes da última espreguiçadela. E no banho, então, esticado tem jacaré na banheira, e já perdi a conta das vezes que fiz e vi fazer chafariz de baleia. Aquáticos e limpinhos, ainda bem que gente não é centopeia com tantos pés a lavar (seria cansativo também amarrar tantos cadarços).

Para brincar é preciso ter disposição de macaco, pular de galho em galho, experimentar as coisas novas e fazer um bocado de barulho com a macacada. Depois de pular tanto, ficar tranquilo como esquilo só funciona na rima, porque esse bichinho de cauda peluda é muito agitado (se ele não fosse assim, as crianças conseguiriam apanhá-lo para apertar num abraço cute-cute). Cansados da farra é melhor ficar de boa na lagoa, contemplando azul feito sapo cururu…

Tem dia que a gente descansa, tem dia que a gente não se cansa; tem dia que a gente quer ser sozinho, tem dia para bando. A vida é cheia de coincidentes “bicharices” e muito fungagá de bicharada.

E quero registrar aqui meu protesto ao ato falho da fábula: façam o favor de reparar como as formigas trabalhadeiras exploram a cigarra violeira, depois da estatística que comprovou: com música a gente rende mais. A cigarra, pobrezinha, passou a viver de gargarejo com vinagre e sal para recuperar a voz.

Tem para todos os gostos, bicho calado, bicho saltitante, bicho charmoso, bicho peguento, bicho faminto, bicho verruguento. Tem bicho que é muito esquisito como o mosquito que vive dando faniquito e soltando zumbido no meio do nosso ouvido. Tem bicho que é bicudo e sem vergonha cutuca a tudo e a todos, bica, bica, bica para chamar nossa atenção.

Acho que foi por causa de tanta gente diferente dentro da gente que a autora Sandra Ronca fez um livro de bicharada, e ela fez bem em palavras e imagens, retratando a vida selvagem-silvestre-doméstica que cada um de nós pode ter.

O livro da Sandra agrada pai, mãe, tia e quem mais for da família. A criançada se divertiu a beça, fez outras comparações “bichogriladas”; até o adolescente curtiu a onda animal radical, rugiu como leão ao devorar o sanduba depois do treino de futebol.

Pudera, gente brilha pluralidade.

Um cão lambão na capa do livro pergunta: ‘COM QUE BICHO VOCÊ SE PARECE?”, e se for pensar só em cão, saiba Sandra Ronca que eu tenho jeito para vira-lata mas sei ser espoleta como um labrador. Todavia, prém, contudo, ser for pensar em pássaros e no par de asas que voam os sonhos voam, eu quero ser sabiá na laranjeira ou bem-te-vi afinado com barriga amarela.

Para embalar a leitura e brincar com os leitores da Sandra Ronca de tudo quanto é bicho, peguei o fio da melodia. Se quiser brincar também, pode vir para nossa matilha, revoada, manada, trompa, nuvem, burricada, panapaná, cardume, cáfila, fio, rebanho, alcatéia, vara e mais de bicho que se reconhece com toda a bicharada…

A vida fica azulzinha, cão – gato – galinha, banho de água fresca, um livro para ler a beira de um lindo lago do amor…

Cante junto com a gente a canção do Gonzaguinha, na versão adocidaca da Calcanhoto em Partimpim: 
.

E bem que viu o bem-te-vi,
A sabiá sabia já.
A lua só olhou pro sol;
A chuva abençoou

O vento diz “ele é feliz”
A águia quis saber
Por quê, por que, pourquoi será
O sapo entregou

Ele tomou um banho d’água fresca
No lindo lago do amor
Maravilhosamente clara água
No lindo lago do amor

* Leia mais de Sandra Ronca, visite o site da autora http://www.sandraronca.com.br/ e divirta-se cigarramente!
Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s