do poema OS HOMENS, de Pablo Neruda

Tudo é silêncio de água e vento.

Mas nas folhas espia o guerreiro.

Entre os lariços um grito.

Uns olhos de tigre em meio

às alturas da neve.

* trecho do poema OS HOMENS, de Pablo Neruda

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s