“eu sempre usei livro pra tudo”, de Lygia Bojunga Nunes

 

Eu sempre usei livro pra tudo:

pra saber ler, pra altear pé de mesa, pra aprender a usar a imaginação,

pra enfeitar sala quarto a casa toda,

pra ter companhia dia e noite,

pra aprender a escrever, pra sentar em cima,

pra rir, pra gostar de pensar,

pra ter apoio num papo, pra matar pernilongo,

pra travesseiro,

pra chorar de emoção, pra firmar prateleira,

pra jogar na cabeça do outro na hora da raiva,

pra me-abraçar-com, pra banquinho de pé;

eu sempre usei livro pra tanta coisa,

que a coisa que mais me espanta

é ver gente vivendo sem livro.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s