Imperdíveis

 

Não há criança que seja boa leitora em casa de pais não leitores, com exceção para os pequenos extraterrestres que nascem e já andam, aprendem a escrever com dois anos e tocam piano aos três. Por isso, investir em tempo para sua formação é o mesmo que despertar boas influências sobre os pequenos.

Na coluna passada falei da grande capacidade de “listador” do jornalista e meu amigo Marcelo Mendez.

A inteligência e a paixão do sujeito ficam explícitas na lista. No mais, só posso crer que este alguém acredita em enternecer o coração.

1. FLORES DO MAL, BAUDELAIRE – Imortal! O livro maior de

Baudelaire mudou a cara da poesia mundial, tirando plumas e

frescuras da literatura francesa para trazer a sua poesia perto do

amor, do ódio, da fúria e do encanto. “Encontrai os lírios nas

repugnâncias…” é o que move esse livro.

2. IRMÃOS KARAMÁZOVI, DOSTOIÉVSKI – “Se Deus Não Existe, Tudo é

Permitido?” A primeira vez que peguei esse livro pra ler, essa frase

me chamou atenção. Depois descobri um dos maiores obras da literatura

russa. O livro expõe as vísceras de uma conturbada família, seus

dramas, suas chagas, suas perversidades.

3. EM BUSCA DO TEMPO PERDIDO, MARCEL PROUST – Lindo! É tudo que vem à cabeça quando se lembra de uma mera vírgula escrita por Marcel Proust.

4. ON THE ROAD, JACK KEROUAC – Emblemático. O livro coloca o

leitor nas estradas americanas proporcionando uma viagem

regada a jazz numa narrativa contínua, alucinante.

5. PERTO DO CORAÇÃO SELVAGEM, CLARICE LINSPECTOR – Porque nada pode

ser mais belo no mundo do que um coração selvagem.

6. EXAME FINAL, JULIO CORTÁZAR – Mestre dos contos, das narrativas não lineares, dos livros belos e improváveis, como esse que escolho aqui, uma trama sensacional vivida em 48 horas. Imperdível.

7. UIVO, ALLEN GINSBERGH – Auge da cultura pop mundial dos anos 60, Ginsbergh superou todos os limites de sua poesia com esse livro. Um tratado outsider, marginália, das alucinações e de muita poesia.

8. MISTO QUENTE, CHARLES BUKOVSKI – O maior cronista da América tratou sua vida inteira de falar de um EUA que ninguém queria falar e que muitos não queriam saber. O submundo e os guetos de Los Angeles, suas ruas sujas, seus bares fétidos, sua população desempregada e faminta. Em Misto Quente, Bukowski fala de sua infância nessa cidade, da vida do povo

durante a depressão econômica e outras desventuras.

9. O VERMELHO E O NEGRO, STENDHAL – Sensacional! Esse livro do mestre

francês conta a história do herói Julien Sorel, um jovem sonhador

pensando em como fazer parte da vida agitada da França de Napoleão,

entre guerras, romances, aventuras… Eu não conseguiria passar um ano

todo sem consultar esse livro…

10. VIAGEM AO FUNDO DA NOITE, LOUIS-FERDINAND CELINE – Letras afiadas, vigorosas, estilo firme. Celine já tinha sido peão de obra, soldado da legião estrangeira e o diabo quando decidiu escrever Viagem… Uma porrada ácida, narrada entre a primeira guerra mundial e as conquistas francesas na África.

11. OS MISERÀVEIS, VITOR HUGO – Não dá pra falar dos livros de minha vida

sem falar desse lendário e espetacular livro, sem lembrar de como ele trata tudo que se passa na França de seu tempo. No caso, a única coisa que posso falar é bem simples: muito obrigado, Monsieur Hugo!

12. PERGUNTE AO PÓ, JOHN FANTE – Mestre! Criador do enigmático Antonio

Bandini. Esse livro conta os percalços da relação apaixonada

entre Bandini e Camilla Lopez, uma garçonete mexicana. Preconceito,

vida, paixão e intensidade nesse tratado da América desértica dos anos

30. Acompanhem a leitura com o som do Blue Cheer e boa sorte!

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s