A Lenda das Duas Rãs, da tradição indiana

No período de enchente, um pequeno girino se perdeu e foi parar dentro do poço de um pequeno casebre. O girino cresceu e passou a ser uma rã. Durante toda sua vida, aquela rão viveu naquele pequeno poço.

Numa manhã, uma rã que passava pelo lugar viu aquele poço e resolveu olhar para dentro dele. Foi quando as duas rãs se conheceram.

– Olá.
– Quem é você?
– Sou uma rã igual a você.
– E onde você vive?
– Eu vivo em Calcutá, uma Cidade enorme, gigantesca.
– Como assim enorme? Maior do que meu poço?

E a outra rã soltou uma gargalhada e disse:

– Maior do que seu poço infinitas vezes.

E a rã do poço respondeu muito furiosa:

– Nada pode ser maior do que meu poço sua mentirosa! Vá embora daqui.

E a rã estrangeira foi embora enquanto a outra ficou dentro do poço até sua morte.

O que parece contar esta história? Esta história faz lembrar que se passarmos a vida olhando somente para nós mesmos e para nosso mundinho pequeno de coisas, nós nunca poderemos conhecer outras formas de viver, outras pessoas, outras realidades, outras possibilidades de vida. Para crescer e se tornar uma pessoa sábia certamente devemos aprender com os diferentes. Além disso, tudo que você não viu e não viveu, não significa que não existe.

Esta e outras 13 histórias você pode encontrar no Livro “As 14 pérolas da Índia”, de Ilan Brenman, com belíssimas ilustrações de Ionit Zilberman, da Editora Brinque-Book.

Anúncios

2 comentários em “A Lenda das Duas Rãs, da tradição indiana

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s